Lendas Urbanas

Home

Area Secreta
Oque são lendas urbanas?
Guerreiros Fantasmas da Colina Cadbury
A Bruxa de Gwrach-y-rhibyn
Artistas e Seus Pactos
Mulher de Branco
Bill Gates
Bill Gates - ZUEIRA
Boneca da Xuxa
O caso do Rim
Bruxas
Fantasma da indonésia
A Gangue do Palhaço
Abraço
Morte de Kurt Cobain
Courtney Love Mandante do Crime?
Foto da Carta de suícidio,Tradução da Carta
Frango
Papai Noel
O Carro Riscado
A Mata da Noiva
Arranhões na Janela
A Loira do Taxi
A Hora da Morte
O Casamento Amaldiçoado
A lenda do sinal de farol
O boneco do Fofão
Os gritos do inferno
Espelhos
A copa de 1998
Leis de Murphy
Vocabulário
Futebol de Rua
e-mail-me
A Hora da Morte

A dra. Louisa Rhine, pesquisadora do laboratório de parapsicologia da universidade de Duke, estudou vários casos de relógios que pararam de funcionar no momento da morte do seu dono. Num desses casos, um morador do Canadá relatou à dra. Rhine o que ocorreu em sua família, quando à morte do irmão de sua cunhada.
Quando o doente terminal morreu, às 6:24, o dito canadense, telefonou para a família e para o médico. Em seguida, preparou algo para que os visitantes pudessem comer. Além disso, era necessário ficar observando o relógio, porque a agência funerária chegaria às 9:30. Durante o café, um dos visitantes peguntou as horas; a cunhada do depoente consultou um relógio de bolso que lhe foi dado pelo seu irmão falecido. Ao ver o relógio, ela teve uma terrível surpresa: este marcava exatamente a hora e os minutos em que seu irmão morrera.

Para ter certeza de que aquilo não era uma estranha conhecidência, ela pediu ao seu outro irmão que desse corda, para saber se ele parara por falta desta. O relógio ainda tinha três quartos de corda.